O controle de qualidade no processo de desenvolvimento de sistemas

  • 1
  • 23 de maio de 2016
reuniao-controle-de-qualidade

O cenário atual de software exige que as empresas invistam em inovação e na otimização de fatores como custo, tempo e qualidade. Por isso, é necessário que as organizações estejam apoiadas em um modelo de processo organizacional eficiente. Segundo a norma ISO 9000 (versão 2000), a qualidade é o grau em que um conjunto de características inerentes a um produto, processo ou sistema, cumpre os requisitos inicialmente estipulados para estes. Diante deste cenário, a Lifesys tem se empenhado e investido na melhoria contínua do seu processo de desenvolvimento e de controle de qualidade.

“Procuramos sempre maximizar a qualidade e focar esforços na prevenção de bugs (falhas no sistema)”. Samuel Santos – Gerente de Projetos.

Nossas equipes têm realizado um processo contínuo e sistemático de acompanhamento da eficiência do desenvolvimento, possibilitando apontar variações de qualidade, promovendo ações corretivas e preventivas de forma a atingir um nível de qualidade cada vez mais alto.

Produtos LifeSys passam por rigoroso controle de qualidade

A qualidade de um software requer primeiramente, que ele forneça funções que atendam em tempo hábil as necessidades do usuário.

A identificação de erros nas fases iniciais evita sua propagação e elimina custos com correções. Isso torna o processo mais estável e menos caótico. O prazo de implantação será reduzido em função de um índice menor de retrabalhos, com um produto mais confiável. É para minimizar ao máximo a ocorrência de erros de sistema que estamos investindo cada vez mais em pesquisas e capital intelectual.

Um bom processo de qualidade é aquele que cria uma relação íntima entre as fases de desenvolvimento e as atividades a serem desempenhadas pela equipe de qualidade, reforçando a ideia de um objetivo comum.

Os testes de validação e verificação devem ser sempre encarados como processos complementares e não como redundantes. Ambos fortalecem o processo de detecção de erros e aumentam a qualidade final do produto. Para que as empresas tenham um bom processo de qualidade de software, elas devem adotar essas duas formas de testes para minimizar esforços garantindo resultados mais positivos.

Deixe seu comentário, vamos adorar conversar com você